A extrema direita brasileira promove uma campanha para “criminalizar o PT porque não pode aceitar a liderança de homens e mulheres que não são da sua entranha”, analisou, na terça-feira (14), o ex-presidente do Uruguai José Mujica, em seu programa de rádio.

Para o ex-presidente uruguaio, a oposição utiliza a grande mídia para atacar o PT e confundir a população.

“Há uma dura, frenética e pensada campanha da extrema direita que procura criminalizar o PT, a senhora presidente e Lula”, declarou.

Segundo Mujica, a criminalização começou “há mais de dois anos” e utiliza a “artilharia” dos grandes meios de comunicação para prejudicar o partido e o governo.

Para o ex-presidente, as manifestações em São Paulo contra a gestão de Dilma…